Revollution
Copa Norte
Cadastro / Inscrições
Clique aqui para acessar Sua Conta
As inscrições ON LINE estarão disponíveis no momento adequado para cada prova.
 
 
LAPA/RS - Realiza a Abertura do Paranaense e do Brasileiro de Velocross no próximo final de semana dias 23 e 24/março. Pilotos Gaúchos vamos participar, pois as 03 primeiras etapas do Brasileiro serão realizadas no sul (PR-SC-RS).
 
 
Notícias

 

05/01/2013 - Galeria dos Campeões Rinaldi Gaúcho de Motocross 2012

O campeonato Gaúcho de Motocross teve no ano de 2012, uma das mais emocionantes e eletrizantes edições dos últimos anos. Ao todo, foram oito etapas, todas elas tiraram o fôlego do público que acompanhou de perto as emoções do campeonato.

Das oito cidades que receberam a competição em 2012, quatro tem grande experiência em receber o Gaúcho de Motocross: Maratá, Marau, Venâncio Aires e Casca.  Por outro lado, a edição de 2012 marcou o reencontro do campeonato com as cidades de Santa Maria e Passo Fundo, que não recebiam uma etapa da competição a mais de 25 anos. As estreantes da temporada foram as cidades de Panambi na região noroeste e Gravatai  na região metropolitana que receberam a competição pela primeira vez e ganharam destaque ao entrar em grande estilo para o cenário do motocross gaúcho.

Confira abaixo a Galeria dos campeões do campeonato em 2012.

Leonardo Sebben (Caxias do Sul) – Categoria MXPró
Patrocinadores:
 Viecelli Racing/Transpelúcia/Motostye/Terra Brasil/M3 Parts/Pista MX Brother/Supermercado Nene
Se existe uma palavra que pode definir a conquista de Leonardo Sebben na categoria MXPRÓ essa palavra é regularidade. Ao todo, foram oito etapas com duas baterias na MXPró. Das dezesseis baterias disputadas Sebben ficou apenas três vezes fora das três primeiras colocações. A conquista tem sabor muito especial para Sebben, foi a melhor maneira de homenagear o chefe da equipe Transpelúcia, Ademir  Viecelli, grande incentivador do piloto. Entre as etapas disputadas, com certeza a mais emocionante e importante para a conquista do campeonato foi a da cidade de Panambi. Na oportunidade Sebben liderava a prova e acabou sendo ultrapassado por Duda Parise, no entanto, a menos de meia volta do final Sebben recuperou a liderança após pane na moto de Duda.

“O ano de 2012 foi quase perfeito. Treinava no CT da Trasnpelúcia e fazia academia todos os dias, meu ritmo estava muito bom e meu rendimento no campeonato estava numa crescente. Infelizmente, como todos sabem, perdi uma grande amigo e, após esta perda, tanto eu, quanto nossa equipe, sofreu um duro golpe. A motivação para os treinos e academia sumiram. No entanto, isso fortaleceu ainda mais nossa equipe. Levei os campeonatos que estava disputando com muito cuidado para não cair, caso contrário, poderia perdê-los. Graças a Deus, tudo deu certo. Consegui vencer dois campeonatos regionais e o mais importante campeonato de motocross do país, o Gaúcho de Motocross.  Só tenho a agradecer a Deus,  aos meus patrocinadores, amigos, namorada, as minhas duas famílias (Sebben e a Viecelli) e ao meu grande amigo ADEMIR.” – Leonardo Sebben.

Vice Campeão: Marcos Cordeiro (Flores da Cunha) 
Patrocinadores:
 MCC Arquitetura/M3 Parts/Circuit

 

Gustavo Roratto (Santa Rosa) – Categorias Intermediária MX2 e MX2
Patrocinadores: IMS/MRPró/TBT Suspenções/
 HD Distribuidora/Serra Azul Turismo/Farmácia Planalto
Gustavo Roratto foi um dos grandes nomes do campeonato em 2012.  A temporada foi muito importante para o piloto que conquistou duas categorias na competição. Para Roratto, a melhor corrida na categoria Intermediária Mx2 foi na primeira etapa em Maratá, onde além de não fazer uma boa largada acabou saindo fora da pista ficando desacordado por alguns segundos. Mesmo levantando e voltando a prova em último lugar teve uma ótima recuperação terminando na quinta colocação. Na categoria MX2, a mais importante certamente foi a sexta etapa em Casca, Roratto estava debilitado depois de passar toda a semana com febre e ficar desde a sexta-feira somente ingerindo líquidos, mesmo assim conseguiu a vitória que lhe deu chances reais ao título da categoria.

“Comecei a pré-temporada focado na Intermediária MX2, a cada prova que vencia, a vontade era de conquistar o título antecipadamente, o que acabou acontecendo. Já na MX2 a intenção era ganhar experiência para quem sabe em 2013 tentar o titulo. No entanto, com os bons resultados logo nas primeiras etapas, senti que dava par andar entre os ponteiros, à partir daí encarei de vez para tentar o título. Graças a Deus consegui o título na MX2 também” – Gustavo Roratto.

Vice Campeão MX2: Mateus Basso (Gentil) 
Patrocinadores: Cereais Basso/TBT Suspensões

Vice Campeão Intermediária MX2: Roberto Bergmann (Santa Rosa)
Patrocinadores: Santa Rosa Caminhões/Lubrimaxx Motul/Banda Criado Mudo

 

Rodrigo Galiotto (Flores da Cunha) – Categoria Intermediária MX1
Patrocinadores: Morangos Galiotto/Martini Racing/Terra Brasil/MotoStyle/

O piloto da cidade de Flores da Cunha veio determinado a levantar o título da categoria em 2012. O começo da temporada foi complicado, nas duas primeiras etapas seus resultados não o deixaram satisfeito, ele queria mais. À partir da terceira etapa, Galiotto ganhou confiança e melhorou seu rendimento a cada prova disputada. Os resultados não poderiam ter sido melhores, apenas na etapa de Passo Fundo Galiotto ficou fora das três primeiras colocações. No retrospecto, três vitórias, um segundo lugar, um terceiro, uma quarta colocação, um quinto lugar e uma sexta colocação.


“Esse ano foi muito importante, pois ano passado ganhei todas as provas da Intermediária do regional com as duas motos 250 e 450 e fui vice no gaúcho. Esse ano foi meu primeiro título gaúcho no motocross , já havia conquistado no velocross. A etapa mais importante foi em Panambi, onde consegui  empatar o campeonato e vi que estava com o preparo e velocidade para partir com tudo e buscar o título na última etapa, o que acabou se confirmando. Ano que vem vou para uma nova categoria e nova moto na MX2, espero andar entre os cinco primeiros . Agradeço a todos que torceram para mim e minha família , a Martini Racing , Terra Brasil , Motostyle , Salada e o Vagabundo.” – Rodrigo Galiotto

Vice Campeão: Alex Cavalca (Pinheiro Preto/SC)
Patrocinadores: CPEL Indústria de Papel

 

Eder Antoniazzi  (Flores da Cunha) – Categoria MX3
Patrocinadores: Líder MX/Vipal/M3 Racing

Com um retrospecto de cinco vitórias em sete etapas, Eder Antoniazzi, faturou o título de campeão na categoria MX3. A temporada foi exitosa para o piloto, além das cinco vitórias, Antoniazzi ainda fez um segundo e uma terceira colocação. Com o título assegurado, Antoniazzi não participou da última etapa do campeonato na cidade de Gravataí.

 “O ano de 2012 foi um bom ano, apesar de não estar preparado fisicamente como deveria. Obtive um bom resultado na primeira etapa em Maratá, ocupando a segunda posição, já na segunda etapa em Marau creio que foi a mais importante para mim, pois quando venci a prova passei a acreditar no título, isso me motivou e me dediquei ainda mais ao campeonato. Quero agradecer primeiramente a Deus, minha família, meus amigos, meus patrocinadores, LÍDER MX, VIPAL, M3 RACING e a todos que de alguma forma contribuíram e torceram por mim ao longo do ano, muito obrigado.” – Eder Antoniazzi

Vice Campeã: Maiara Basso – Gentil/Mato Castelhano 
Patrocinadores: Cereias Basso/TBT Suspensões

 

Carlos Kettermann (Montenegro) – Categoria MX4
Patrocinadores: Real Empreendimentos/Farmapop/Postos Bark’s/Total Dist. Motopeças/Real Factory/Oximont/Carbu Motos/Academia Realce/Microcontrol/Woodline, Jeovani Seguros/
Race Lavagem
O começo da temporada 2012 do Gaúcho de Motocross para Carlos Kettermann foi  surpreendente, nas duas primeiras etapas cravou duas grandes vitórias. Uma das grandes participações no campeonato foi na terceira etapa na cidade de Venâncio Aires, após uma queda pouco depois da largada onde ficou quase meia pista do penúltimo colocado, conseguiu a segunda colocação numa recuperação sensacional. Em seu retrospecto no campeonato foram três vitórias, quatro segundo lugares e uma quarta colocação na última etapa.

“Encerro o ano de 2012, muito contente, pois alcancei resultados surpreendentes e honrosos. O MotoCross nos dias de hoje é um esporte sem o reconhecimento merecido, então quando um piloto como eu - que não leva o MotoCross como profissão, e sim como hobby - consegue conquistar o primeiro lugar no campeonato Gaúcho de MotoCross e 5º no Campeonato Brasileiro, é realmente muito gratificante. Neste ano destaco a prova da abertura do gaúcho de MotoCross, a qual ocorreu em Maratá, pois disputei os 20 minutos de corrida lado á lado com nada mais nada menos que Marco Muller. Nas duas últimas voltas consegui ultrapassá-lo e conquistei o lugar mais alto do pódio, acima do piloto que já foi inúmeras vezes campeão gaúcho e campeão brasileiro de MotoCross. Deixo aqui meus sinceros agradecimentos aos meus patrocinadores e apoiadores.” - Carlos Kettermann (Nazysta).

Vice Campeão: Fabiano Coutinho Kubaski (Giruá)
Patrocinadores: Instituto Musical Decibel/Prefeitura de Giruá


Maiara Fávero Basso (Gentil) – Categorias Estreante e Feminina A
Patrocinadores: Cereias Basso/TBT Suspensões

Vivendo um grande momento, Maiara Basso, conquistou de forma invicta o título de tri-campeã na categoria Feminina A, foram oito vitórias em oito etapas. Pela categoria Estreante, Maiara mostrou regularidade, estando entre os três primeiros colocados em sete etapas. No retrospecto na conquista da categoria Estreantes foram três vitórias, dois segundos lugares, dois terceiros e um sexto lugar.

“Estou muito feliz por ter vencido o gaúcho em 2 categorias, na Feminina que foi o tri campeonato e Estreantes Importadas, mais ainda por disputar a categoria junto com  homens. Consegui ser regular nas corridas, isso me ajudou muito. Foi um campeonato que teve vários pilotos que poderiam vencer. A melhor corrida que considero foi a de Venâncio Aires, pois não estava bem no campeonato e venci a prova, isso me motivou ainda mais para me reerguer. Só tenho a agradecer minha família que me deu suporte o ano todo, e todos que acreditam e torcem por mim.” – Maiara Basso.

Vice Campeão Estreantes: Bruno da Luz (Porto Alegre)
Patrocinadores: Mokamotos/Ipiranga Lubrificantes/Sandro Representações/Grillo Racing/Milani/Rinaldi

Vice Campeã Feminina A: Janaina Todeschini (Chapecó/SC)
Patrocinadores: Farover (Processamento de resíduos Industriais sem aterro sanitário)

 

Bruna Zanata de Freitas (Frederico Westphalen) – Categoria Feminina B

Patrocinadores: Farmácia Dermatobel/Adv. Dirceu de Freitas/Academia Atitude Vital/Carlão Motos
A regularidade marcou a conquista do título de Bruna Zanata de Freitas na categoria Feminina B, no retrospecto de sua participação no campeonato foram quatro vitórias, dois segundo lugares, um terceiro e um quarto lugar.

“O ano de 2012 foi de muito aprendizado e superação. Iniciei o campeonato Gaúcho, na categoria feminina “B”, sem muitas chances de brigar pelo título, tendo em vista que na pré-temporada acabei fraturando o ombro, de tal modo que ao participar da 1ª e da 2ª etapa da competição estava sem resistência física, razão pela qual não obtive bons resultados. Entretanto, ao longo do ano e do campeonato fui evoluindo, sendo que a partir da 3ª etapa, assumi a liderança do campeonato e finalizando o ano com quatro vitórias. A etapa mais importante foi a 3ª etapa em Venâncio Aires, foi nela que conquistei minha primeira vitória no campeonato e de quebra assumi a liderança da competição.  Com certeza estou muito feliz pela conquista do Campeonato Gaúcho de Motocross, na categoria feminina “B”, pois foi a primeira vez que obtive um título deste nível.” - Bruna Zanata de Freitas.

Vice campeã: Marina Henrique Becker (Gramado)
Patrocinadores: Mila Multimarcas/Mila Motos/Gramado Racing

 

Garmichel Rodrigues Giehl (Dois Irmãos) – Categoria 50cc A

Patrocinadores: GRG Benef. de Calçados/Super Dois Irmãos/Mila Motos/Geramotos
O jovem Garmichel Giehl mostrou uma grande evolução na edição de 2012 do Gaúcho de Motocross. Nas oito etapas disputas Garmichel teve um desempenho invejável, foram sete vitórias e uma segunda colocação.

“É um grande sonho realizado fazer parte da galeria dos campeãoes do Gaúcho de Motocross, sei que nela fazem parte pilotos que tem muita dedicação e força de vontade para chegar ao topo de cada categoria e, isto é o que não me falta. Foram muitas horas de treinos, foram muitas horas e quilômetros rodados para chegar onde cheguei, sempre com o apoio dos meus pais Vilmar e Edilaine que sempre me acompanham e me incentivam. Agradeço a Deus, aos meus pais e amigos que sempre torcem por mim em todas as corridas.

Vice Campeão: Kaue Benato (Veranópolis)
Patrocinador: Memicar Motocross

 

Pedro Chagas Moraes (Marau) – Categoria 50cc B

Patrocinadores: Miri Carrocerias/Campos Preparações
O campeão da categoria 50cc B tem motivos de sobra para comemorar, afinal de contas, esta foi uma das categorias mais disputadas do campeonato em 2012. A briga pelo campeonato foi constante em todas as etapas, no entanto, Pedro se manteve entre os dois primeiros lugares do pódio. Pedro Chagas conquistou o titulo com um ótimo retrospecto, foram quatro vitórias e quatro segundo lugares.

“Graças da Deus fiz um grande campeonato, a disputa ponto a ponto até a última etapa valorizaram ainda mais o título deste ano. Me esforcei e treinei muito durante o campeonato, fiquei muito feliz com mais um título. Quero agradecer muito a minha família.” – Pedro Chagas Moraes.

Vice Campeão: Gabriel Bohrer Andrigo  (Marau)
Patrocinadores: KM Motos/Pneus Rinaldi/Kawasaki/IMS/MRPró/Octano Gráficos

 

Felipe Chagas Moraes (Marau) – Categoria 65cc
Patrocinadores: Miri Carrocerias/Campos Preparações
A exemplo do irmão, Felipe Moraes também teve um ótimo desempenho no campeonato, a regularidade marcou a sua participação. Felipe subiu ao pódio entre os dois primeiros colocados nas oito etapas, sendo que quatro delas em primeiro e quatro em segundo. O título coroa o último ano de Felipe na 65cc.

 “O ano de 2012 foi muito bom. As dificuldades  em conseguir tempo para treinar para as corridas, foram compensadas com muito esforço dentro das pistas. Entre as melhores etapas do campeonato acredito que  foi a de Panambi onde cheguei em segundo e praticamente garanti o título. Graças a Deus pude concluir meu último ano na 65cc com o título de Campeão Gaúcho. Agradeço ao meu pai  e minha mãe  e aos patrocinadores por todo o apoio que eles me deram nestes anos.” Felipe Chagas Moraes.

Vice Campeão: Felipe Migliorini (Marau)
Patrocinadores: Migliorini Auto Peças Ltda.

 

Gabriel Della Flora (Santa Rosa) – Categoria 85cc
Patrocinadores: Rinaldi/IMS/Sobrerodas Racing
Nada melhor que fazer a estreia em uma nova categoria conquistando o melhor  campeonato estadual de motocross do país. Foi isso que aconteceu com Gabriel Della Flora, em seu primeiro ano na 85cc o título de campeão coroou um ano que começou cheio de dúvidas, tanto pela adaptação a nova categoria e a nova moto, quanto pela recuperação de uma fratura. A regularidade foi a marca registrada de Gabriel no campeonato, em oito etapas do campeonato, ele chegou entre os três primeiros em sete.

“O  titulo no gaúcho de motocross foi muito importante e especial, pois além de me recuperar de uma fratura na clavícula no começo da temporada, tive que me adaptar a nova moto e nova categoria. Sabia que iria ser difícil, disputei com pilotos mais experiente como o Andrio Sebben que se machucou no meio do campeonato. O Henrique Araújo e Nicolas de Oliveira também deram trabalho este ano. Foquei ao máximo nos treinos e no preparo e acho que deu certo. Considero a minha melhor prova a da cidade de Panambi, pois venci em uma fase muito importante do campeonato. Agradeço aos meu patrocinadores, Rinaldi, IMS e SobreRodas Racing.” – Gabriel Della Flora.

Vice Campeão: Henrique Araújo (Passo Fundo)
Patrocinadores: Estofados Edu/ArtCross/Tagliari Advocacia/Cervejaria 10%


Vanderlei Rodrigues da Silva (Três Passos) – Categoria 230cc
Patrocinadores: Auto Sul Centro de Reparos Rápidos-Novo Hamburgo
A categoria 230cc foi uma das categorias mais disputadas do campeonato. Vanderlei Rodrigues, o Chico Loko, pautou a conquista do campeonato na regularidade. Além das grandes disputas, Chico Loko conquistou grandes vitórias. No retrospecto do título foram três vitórias, três segundo lugares, um sexto e uma sétima colocação.

“O ano de 2012 foi bem disputado, todas as etapas foram boas tendo segundo lugar em Maratá e uma vitória em Marau. A etapa de Passo Fundo foi mais importante onde eu ganhei e ali  começou a se decidir o campeonato. Nas outras etapas foi só manter a calma e ter cautela para pegar o titulo de campeão da categoria 230cc.” – Vanderlei Rodrigues.

Vice Campeão: Gedielson dos Santos Sá (Cachoeirinha)
Patrocinadores: CR Motos

A Federação Gaúcha de Motociclismo mais uma vez parabeniza os campeões e vices do campeonato Rinaldi Gaúcho de Motocross 2012

O campeonato Gaúcho de Motocross 2012 teve o patrocínio master da RinaldiTotal Distribuidora Moto Peças Ltda.IMS e Mobil, co-patrocínio da Belparts e SobreRodas e apoio da  Mecânica Zapanetti,M3Parts/Revenda Kawasaki, FaroverOctano GraphicsKimotoSSul e Artemoto.

 

 
Próximos Eventos

23/3/2019
LAPA/PR - Abertura do Paranaense e Brasileiro de Velocross 2019

30/3/2019
ARVOREZINHA/RS - Final do Gaúcho Arena Velocross (Noturna)

7/4/2019
CANELINHA/SC - 2a Etapa do Catarinense e Brasileiro de Velocross 2019.

14/4/2019
TIO HUGO/RS - Abertura da Copa Norte de Velocross 2019.

20/4/2019
IBIRUBÁ/RS - Abertura do Gaúcho de MX 2019.

Revollution no YouTube
 
O conteúdo de id "rodape" é inserido aqui