Revollution
Copa Norte
Cadastro / Inscrições
Clique aqui para acessar Sua Conta
As inscrições ON LINE estarão disponíveis no momento adequado para cada prova.
 
 
LAPA/RS - Realiza a Abertura do Paranaense e do Brasileiro de Velocross no próximo final de semana dias 23 e 24/março. Pilotos Gaúchos vamos participar, pois as 03 primeiras etapas do Brasileiro serão realizadas no sul (PR-SC-RS).
 
 
Notícias

 

11/06/2013 - Disputas eletrizantes na etapa de Erval Grande do Rinaldi Gaúcho de Velocross

O campeonato Rinaldi Gaúcho de Velocross marcou neste final semana, mais uma cidade no mapa do seleto grupo de cidades que sediaram uma etapa do mais importante campeonato da modalidade no Rio Grande do Sul. A cidade de Erval Grande no norte do Estado recebeu mais de 130 pilotos para a 3ª etapa da competição.

Com a alteração no horário de sábado, muitos pilotos adiantaram a chegada na cidade para não perder a possibilidade de participar dos treinos livres, que aconteceram ainda na parte da manhã. 

A pista com cerca de 1.100 metros e traçado bem técnico, fez com que os pilotos mantivessem a concentração e foco no melhor traçado para fazer os melhores tempos nos treinos cronometrados.

No domingo a densa cerração acabou atrasando a programação em mais de uma hora, não havia a mínima condição de treino, a visibilidade não passava de 20 metros de distância.  Assim que a cerração desapareceu definitivamente os motores voltaram a roncar na pista, o warm-up sofreu alteração, motos nacionais de todas as classes, assim como as motos importadas, entraram juntas na pista, sempre observando o número máximo de motos para preservar a segurança dos pilotos, dividindo cada sessão em grupo de 30 motos.

O famoso ditado popular, “Cerração baixa, sol que racha” se fez valer em Erval Grande, depois da cerração o sol apareceu para aquecer ainda mais o clima dentro da pista, com um dia limpo e praticamente sem nuvens, todos puderam contemplar o fantástico visual da paisagem,  de qualquer ponto da pista podia-se ver a cerra e os lindos vales da divisa do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Dentro da pista os pilotos barbarizaram em disputas alucinantes, um verdadeiro show de velocidade e domínio das máquinas para cerca de 4.000 pessoas que acompanharam a 3ª etapa do campeonato.

Confira o que rolou na 3ª etapa do Rinaldi Gaúcho de Velocross

Márcio Dalsólio vence a VX4 Nacional
A primeira categoria a entrar na pista, a VX4 Nacional, mostrou para o público que muitas emoções e pegas sensacionais estavam para acontecer no restante do dia. Na largada Elder Pirolli/Tapejara (Kimoto/Pampa Motos/Pró Tork/Mecânica Zapanetti) saiu na frente seguido de perto por Márcio Dalsólio/Passo Fundo (Loma Noivas/Márcio Auto Serviços), logo atrás o segundo pelotão foi formado por Cleomar Zottis/Passo Fundo (Recomaq/Artcross/Pato Loko/Lab. Cleomar), Marco Aurélio Farias-Lajeado (IMS Racing/Griffin Protetores/PHD Guindastes/YPF Lubrificantes), Luciano Casirighi/Carazinho (Mecânica Casirighi) e Lucindo Amorim/Pelotas (Paulinho Moto Peças/Gil Motos), as duas primeiras voltas foram de muitas disputas na briga pela terceira posição, na frente Elder e Márcio imprimiram um ritmo forte abrindo uma boa vantagem sobre os demais. Nilton Brignol/Pelotas (Gil Motos/Paris Duty Free Shop/Tintas Farben/Vedacit Impermeabilizantes) forçou o ritmo e aproveitou a falta de rendimento da moto de Marco Farias e entrou no segundo pelotão. Na segunda metade da prova Dalsólio partiu para o ataque, além de fazer a volta mais rápida da prova (1:06.409) assumiu a liderança, a briga pela terceira colocação ficou eletrizante nas três últimas voltas, Casirighi e Nilton Brignol colaram em Cleomar, a diferença de Cleomar, terceiro colocado, para Nilton, o quinto colocado, girava em torno de um segundo. No final vitória de Márcio, com Elder em segundo, Cleomar em terceiro, Nilton Brignol em quarto,  Casirighi, que perdeu a quarta colocação na última volta, completou o pódio na quinta colocação.

Erick volta a vencer a 50cc
Depois de ficar com a segunda colocação na etapa de Condor, Erick Bom Reis/Rio Grande (Caio Pescados/Moura Pescados/Cleber Pontes Cursos de Pilotagem), voltou a vencer na categoria 50cc. Na largada quem surpreendeu foi o garotinho Matheus Melo/Dom Pedrito (Super Bonzão/Agileu Oficina de Motos/Lancheria do Alemão/Dani Cabeleireira/Cleber Pontes Cursos de Pilotagem) que deixou todo mundo comendo poeira e assumiu a ponta, antes da abrir a primeira volta Erick e Pablo Henrique dos Santos/Panambi (Pizzaria Rangos/Corfio) assumiram as duas primeiras posições, Matheus manteve a terceira colocação com uma boa vantagem nas primeiras voltas, assim como Erick o líder. Que cravou a volta mais rápida da prova (1:20.426) em relação a Pablo, o segundo colocado. As fortes emoções ficaram para a segunda metade da prova, quando Nicolas Gauer/Ipora do Oeste-SC (Nigo Motos) diminuiu, e muito, a diferença para Mathues e Pablo encostou no líder, as últimas voltas foram sensacionais, não só dentro da pista, como do lado de fora, os pais protagonizavam cenas incríveis apoiando seus filhos. No final vitória de Erick, com Pablo em segundo, Matheus foi o terceiro, Nicolas o quarto colocado e Roberty Godinho-Nova Prata (Roncato Escavações/Hemar Artefatos de Cimento/Mecânica do Moa/Godinho Car) o quinto colocado.

Guto Freitas vence mais uma e mantêm 100% na Estreantes 230cc
Em mais uma prova muito dinâmica, onde as trocas de posições foram constantes e as disputas muito acirradas, Guto Freitas/Barros Cassal (Works Suspension/Moto Car/Mecânica César Racing/Unimotos) venceu novamente de ponta  a ponta. Na largada Guto assumiu a ponta, repetindo o que se viu nas duas etapas anteriores, Patrick Machado-S. Francisco de Assis (Marco Autopeças/Boby92 Moto Peças) veio logo atrás na segunda colocação, Roger Cagliero Jr.-Tapejara (Loja Veste Bem/Dudu Preparações), Jonatham Moraes/Passo Fundo (Toco Motos), Jovir Scariot/Águas Claras e Luiz Alberto Campanhol/Erechim (Reparos Funilaria) formavam o primeiro pelotão. Guto manteve a liderança e cravou a melhor volta da prova (1:06.919) deixando a briga pelos outros quatro lugares do pódio para trás. Na segunda metade da prova Patrick perdeu a segunda colocação para Jonatham. No final vitória de Guto, com Jonatham em segundo, Patrick na terceira colocação, Roger foi o quarto colocado e Jovir Scariot completou o pódio na quinta colocação.

Fernando Sanches mantêm os 100% na VX4
Com uma ótima largada Fernando Sanches/Santa Maria (AutoGiro Veículos)Azzurra Motos Yamaha) assumiu a liderança da prova para vencer novamente de ponta a ponta. Assim que caiu o gate para a largada da VX4 Fernando Sanches praticamente carimbou mais uma vitória na categoria, Lauthério Brauch-S. Lourenço do Sul (Steins Malhas/Willrich Ind. Têxtil/Agafarma da Deodoro/Paulinho Moto Peças/Toca da Coruja), Elder Pirolli “Nety”-Tapejara (Kimoto/Pampa Motos/Pró Tork/Mecânica Zapanetti) e Mauro Brazaca-Vila Langaro (Borilli Pneus), fizeram uma intensa disputa antes de abrirem a primeira volta, Ernani Gauer/ Ipora do Oeste-SC (Nigo Motos) entrou na “zona” do pódio ocupando até então a quinta colocação. Fernando manteve o bom ritmo que vem apresentando no campeonato cravando a melhor volta da pista (1:02.298). Enquanto Fernando e Lauthério garantiram o primeiro e segundo lugares, respectivamente, a briga pelo terceiro lugar que já estava intensa entre Elder e Mauro, ganhou mais um concorrente, Giovane Pick-Vera Cruz (Transportes Transpick/Postos Central) que acabou caindo na largada e com isso teve que correr atrás do prejuízo colou na briga pela posição. Assim que entrou na “zona” do pódio Pick partiu para o ataque, em pouco mais de duas voltas assumiu a terceira colocação. No final vitória de Fernando, Lauthério foi o segundo colocado, Giovane o terceiro, Elder o quarto colocado e Mauro Brazaca fechou o pódio na quinta colocação.

Vitória de Fabiano Ribeiro na VX3
Vitória de Fabiano Ribeiro/Passo Fundo (Loma Noivas/TBT/Mecânica Zapanetti/Artcross/Moto&Cia/Bato Fitness), mudou a fotografia do pódio na categoria que estava acostumada a ver o piloto Fernando Sanches/Santa Maria (AutoGiro Veículos)Azzurra Motos Yamaha). Na largada, Rodrigo Volcan-Pelotas (Volcan Performance/Paulinho Moto Peças/BBN Multimarcas/CP Graphics/Telex Free/Borracharia Pedro Osório/Hot Sports/Vó Nelda) tinha tudo para sair na frente, mas a queda de Maiara Basso-Mato Castelhano (Rinaldi/IMS/TBT/Belparts/Adubos Coxilha/Cereais Basso/Artcross) acabou atrapalhando os planos do piloto. Fabiano Ribeiro aproveitou o enrosco e colocou a moto por fora e assumiu a liderança da prova, junto com Maiara, ficaram para trás Fernando Sanches, Giovane Pick-Vera Cruz (Transportes Transpick/Postos Central) e Lauthério Brauch-S. Lourenço do Sul (Steins Malhas/Willrich Ind. Têxtil/Agafarma da Deodoro/Paulinho Moto Peças/Toca da Coruja). Quem se aproveitou a situação foi Eduardo Treviso/Sertão (Treviso&Cia) que assumiu a segunda colocação logo atrás de Fabiano, Volcan e Cleomenes Gomes-Camaquã (JC Materias de Construção e Madeireira JC) disputaram palmo a palmo a terceira colocação  nas primeiras voltas. Enquanto Fabiano abria uma boa vantagem na frente Volcan assumiu a segunda colocação, Fernando Sanches, Lauthério e Pick “voaram baixo” em busca de recuperação. Na primeira metade de prova Sanches chegou a entrar na “zona” do pódio, mas acabou caindo e ficando para trás novamente. No final vitória de Fabiano com Volcan em segundo, Fernando Sanches, que conseguiu a segunda recuperação na prova marcando a volta mais rápida da prova (1:05.056), em terceiro, Lauthério foi o quarto colocado e Giovane Pick fechou o pódio na quinta colocação.

Pedro Moraes vence a 65cc de ponta a ponta
Em uma grande largada Pedro Moraes/Marau (Miri Carrocerias/Campos Preparações/TransMX Racing) assumiu a ponta da categoria e conquistou a vitória de ponta a ponta com direito a volta mais rápida (1:12.648). Os lugares no pódio foram praticamente definidos na largada, Gabriel Costa-Dom Pedrito (Agropecuária Ibicui/Volcan Performance/Joel Motos), juntamente com Pedro abriu uma vantagem confortável sobre João Pedro Roncato-Nova Prata (Godinho Car/Roncato Escavações) e Matheus Hernandes-Rio Grande (Mecânica Léo) terceiro e quarto  colocados respectivamente. Arthur Barcelos-Capão do Leão (Hortifruti Bascki/Mercado Costa), o quinto colocado bem que tentou, mas não conseguiu encostar no quarto colocado. No final vitória de Pedro, Gabriel em segundo, Roncato em terceiro, Matheus na quarta colocação e Arthur fechou o pódio na quinta colocação.

Diego Zancanaro fatura a Intermediária Nacional
Na largada da disputadíssima Intermediária Nacional, o piloto da cidade de Dom Pedrito, cidade onde será disputada a 2ª etapa do Brasileiro e 4ª etapa do Gaúcho de Velocross, Agileu Neto (Agileu Oficina de Motos/Supermercado Bonzão/Tornearia da Ponte), assumiu a ponta da prova, logo atrás, praticamente colado em segundo Diego Zancanaro/Mato Castelhano (Posto Caçapava/Coser Regulagem Eletrônica/Compasso Seguradora/Diego Moto Racing) partiu para o ataque e ultrapassou o líder antes de abrir a primeira volta, Jocemar Magni/Estrela (Foclog Rastreadores/JR Preparações/Posto Estrela/Scheeren/Lavagem Paraíso/Casa dos Tacógrafos/CTO Eventos/NP Motos) e Guto Freitas/Barros Cassal (Works Suspension/Moto Car/Mecânica César Racing/Unimotos) foram no embalo de Diego e assumiram a segunda e terceira colocação respectivamente. Jonas da Costa-Ciriaco (Posto Pery/Dioy Motos/Pedreira da Costa) e Gustavo Gusberti-Vila Flores (Campos Preparações/Postos Per L’Ámerica/Godinho Car/Avamo Moto Clube) ficaram para trás na largada e partiram para recuperar o prejuízo. Gusberti barbarizou fazendo volta mais rápida em cima de volta mais rápida, 1:05.898 a melhor delas, e conseguiu assumir a terceira colocação, com o segundo melhor tempo na prova Jonas assumiu a quarta colocação. No final vitória de Diego, Guto foi o segundo, Gusberti o terceiro, Jonas o quarto colocado e Giovane Fontana/Tapejara (Frigorífico Fontana e Bernardi/Dudu Preparações) completou o pódio na quinta colocação.

Luis Henrique Zottis vence a Intermediária
A largada da categoria Intermediária teve grande importância nas pretensões dos pilotos. Um grande “pacote” na largada praticamente definiu quem ficaria de fora da briga pelas primeiras posições. Roberto Bergmann-Santa Rosa (Cia da Moto/Santa Rosa Caminhões/Mecânica Diesel/Banda Criado Mudo), Felipe Augusto Pick-Vera Cruz (Transpick Transportes/Postos Central), Maiara Basso-Mato Castelhano (Rinaldi/IMS/TBT/Belparts/Adubos Coxilha/Cereais Basso/Artcross), Guilherme Zottis-Passo Fundo (ArtCross/Pato Loco Preparações/Laboratório de Próteses Dentárias Cleomar/Recomaq), e Matheus Kunz/ Machadinho (Rudnick Motos/MFK Madeiras/Prefeitura Municipal de Machadinho) e André Calegari/Tapejara (5AM Racing/ Cattapan Cereais/Multilaser/G2 Distribuidora/IMS Racing/Pro Race Suspensões/KM Motos/Octano Gráficos/Jornal O Informativo Regional) foram alguns dos pilotos que ficaram para trás. Quem aproveitou para sair na frente foi Antônio Edu Brazaca/Vila Langaro (Borilli Pneus) e Luis Henrique Zottis-Passo Fundo (ArtCross/Pato Loco Preparações/Laboratório de Próteses Dentárias Cleomar/Recomaq) que assumiram as duas primeiras posições, Eduardo Treviso/Sertão (Treviso&Cia) e Cleomenes Gomes-Camaquã (JC Materias de Construção e Madeireira JC) travaram uma grande briga pela terceira colocação, um pouco mais atrás Roberto Weber/Ijuí (Malwee Malhas/KR Motos/Moto Clube Ijuí) e Diovam Hoffmann/Panambi (Moto Barão) brigaram pela quinta colocação. As primeiras voltas foram de intenso ganha e perde, mas quem mais ganhou foi Roberto Bergamann/Santa Rosa (Cia da Moto/Santa Rosa Caminhões/Mecânica Diesel/Banda Criado Mudo) que saiu de trás e “voou baixo” marcando a melhor volta da prova (1:02.713). Depois de muito pressionar Henrique assumiu a liderança deixando para Brazaca em segundo, pouco depois Roberto Bergmann assumiu a segunda colocação e tentou de todas as formas encostar no líder sem sucesso. No final vitória de Henrique com Bergmann em segundo, Brazaca em terceiro, Cleomenes em quarto e Matheus Kunz/ Machadinho (Rudnick Motos/MFK Madeiras/Prefeitura Municipal de Machadinho) em quinto.

Vitória sensacional de Jordan na 230cc Pró
Uma das categorias de maior competitividade da competição, a 230cc Pró, teve uma prova sensacional protagonizada por dois pilotos, Gustavo Gusberti-Vila Flores (Campos Preparações/Postos Per L’Ámerica/Godinho Car/Avamo Moto Clube) e Jordan Martini-Santa Maria (Works Suspencion/Rigol Competições/AutoGiro Veículos/Canis e Felis/Azzurra Yamaha Team/Jordan Preparações Peças e Manutenções), Gustavo assumiu a ponta assim que o gate caiu, Jordan caiu na largada e ficou para trás tendo que fazer uma prova de recuperação. Enquanto Jordan recuperava terreno, Gusberti seguiu firme na liderança da prova até que Jordan depois de fazer a volta mais rápida da prova (1:04.894) colou na segunda colocação, os dois travaram uma disputa espetacular até assumir a liderança da prova. Quem também ganhou terreno foram os irmãos Joel e Jonas da Costa/Ciríaco (Posto Pery/Dioy Motos/Pedreira da Costa) que assumiram a terceira e quarta colocação. Gusberti não se deu por vencido e foi a sombra de Jordan até a bandeirada, chegando a meio segundo do líder. No final vitória de Jordan, com Gusberti em segundo, Joel em terceiro, Jonas em quarto e Leandro Fole/Montauri (Tebaldi Gráficos) na quina colocação.

Irmãos Basso fazem dobradinha da VX2
Com um domínio total desde a largada os irmãos Lucas e Mateus Bassso/Gentil (Rinaldi/IMS/TBT/Belparts/Adubos Coxilha/Cereais Basso/Artcross) garantiram mais uma vitória para a categoria VX2. Mateus saiu na frente com Lucas logo atrás na segunda colocação. Com as duas primeiras colocações definidas, a briga ficou pelos três lugares restantes no pódio, Sérgio Marques Moraes-Sta. Cruz do Sul (Works Suspension/Zanela Eventos) largou em vantagem na terceira colocação, Matheus Kunz/ Machadinho (Rudnick Motos/MFK Madeiras/Prefeitura Municipal de Machadinho) e Maicon Galiotto/ Flores da Cunha (Galiotto Vinhos e Sucos/Casa Galiotto Espumantes/RR Moto Racing/Mecânica do Pepino/G3 Incorporadora/Morangos Vizentim) e Felipe Augusto Pick-Vera Cruz (Transpick Transportes/Postos Central) fizeram a briga pela quarta colocação. Pouco depois de duas voltas Matheus assumiu a terceira colocação, Guilherme Zottis-Passo Fundo (ArtCross/Pato Loco Preparações/Laboratório de Próteses Dentárias Cleomar/Recomaq) forçou o ritmo foi em busca da quinta colocação. No final, vitória de Lucas com Mateus em segundo, Matheus Kunz em terceiro, Sérgio Moraes na quarta colocação e Guilherme Zottis na quinta colocação.

Vitória de Felipe Moraes de ponta a ponta na 85cc
Assim que o gate caiu para a categoria 85cc Felipe Moraes/Marau (Miri Carrocerias/Campos Preparações/TransMX Racing)  assumiu a liderança da prova para vencer de ponta a ponta, Pedro Moraes/Marau (Miri Carrocerias/Campos Preparações/TransMX Racing), irmão de Felipe saiu em segundo com Gabriel Costa/Dom Pedrito (Agropecuária Ibicui/Volcan Performance/Joel Motos) na terceira colocação, Kamila Rocha/Chui (Restaurante Mariele/Prefeitura Municipal do Chuí) saiu na quarta colocação. O panorama da prova não mudou até a sexta volta, quando Gabriel que forçava o ritmo em busca da segunda colocação caiu e perdeu a terceira colocação para Kamila. No final vitória de Felipe com Pedro Moraes, que marcou a volta mais rápida da prova (1:12.599), em segundo, Kamila Rocha na terceira colocação e Mauro Brazaca Jr./Vila Langaro (Borilli Pneus) que sofreu uma queda na quinta colocação.

Luciano De Conto vence a VX3 Nacional
Na largada da categoria VX3 Nacional Elder Pirolli/Tapejara (Kimoto/Pampa Motos/Pró Tork/Mecânica Zapanetti), Luciano De Conto/Passo Fundo (Tornearia Bramatti/Trevipart/Teta Motos/Motul/Mecânica Zapanetti) e Márcio Dalsólio/Passo Fundo (Loma Noivas/Márcio Auto Serviços) assumiram as três primeiras colocações da prova fazendo uma disputa eletrizante até o final. Os três pilotos abriram uma grande vantagem sobre os concorrentes, a briga pela quarta colocação ficou entre Cleomar Zottis/Passo Fundo (Recomaq/Artcross/Pato Loko/Lab. Cleomar), Marco Aurélio Farias-Lajeado (IMS Racing/Griffin Protetores/PHD Guindastes/YPF Lubrificantes) e Jocemar Magni/Estrela (Foclog Rastreadores/JR Preparações/Posto Estrela/Scheeren/Lavagem Paraíso/Casa dos Tacógrafos/CTO Eventos/NP Motos). Após algumas voltas De Conto finalmente conseguiu a ultrapassagem em cima de Elder, Márcio forçou o ritmo e cravou a volta mais rápida da prova (1:08.027), Márcio ainda chegou a colocar a moto ao lado não conseguindo a ultrapassagem, depois disso numa nova tentativa Márcio cometeu um erro e acabou perdendo o contato com os líderes. No final vitória de Luciano De Conto com Elder em segundo, Dalsólio em terceiro, Jocemar Magni na quarta colocação e Marco Aurélio Farias, que mesmo com problemas em sua moto, fechou a prova na quinta colocação.

Henrique Nicoletti vence de ponta a ponta na Estreantes Importadas
O piloto da cidade de Ijuí, Henrique Nicoletti (Madelli Móveis/Vô Nicoletti/Clinica Rietch Müller) conquistou uma grande vitória na categoria Estreantes Importadas. Assim que o gate caiu Henrique enroscou o cabo e assumiu a ponta não dando chance para ninguém conquistando a vitória de ponta a ponta. A grande disputa ficou pelas quatro posições restantes do pódio. Diovam Hoffmann/Panambi (Moto Barão), Roberto Weber/Ijuí (Malhas Malwee/KR Motos/Moto Clube Ijuí), Luan Baroni/Sananduva, Maicon Galiotto/ Flores da Cunha (Galiotto Vinhos e Sucos/Casa Galiotto Espumantes/RR Moto Racing/Mecânica do Pepino/G3 Incorporadora/Morangos Vizentim) e Emerson Rebesquine/Erechim (Cons. Odont. Renata Crespi/Bikau Motos) fizeram um boa briga para subir ao pódio. No final, vitória de Henrique com Diovam em segundo, Roberto Weber em terceiro, Luan Baroni em quarto e Galiotto, que cravou a melhor volta da prova (1:06.342), na quinta colocação

Deloss vence as duas baterias e garante vitória na Nacional Força Livre
Em duas grandes participações, Felipe Deloss/Lajeado (Restaurante Deloss/Boqueirão Desmonte em Rocha/MMC Power/Lotticci Radiadores) venceu as duas baterias da categoria Força Livre Nacional.

Na primeira bateria, Ronei Curzel/Sananduva (RC Preparações e Espelhamentos/Vini Motos) assumiu a liderança com Deloss na segunda colocação, Joel da Costa/Ciriaco (Posto Pery/Dioy Motos/Pedreira da Costa), Vinícius Pilz/Venâncio Aires (Chima Veículos/Chima Transportes/Tutaloko Trilha Club, Leandro Fole/Montauri (Tebaldi Gráficos) e Luciano De Conto/Passo Fundo (Tornearia Bramatti/Trevipart/Teta Motos/Motul/Mecânica Zapanetti) formaram o primeiro pelotão, Jordan Martini-Santa Maria (Works Suspencion/Rigol Competições/AutoGiro Veículos/Canis e Felis/Azzurra Yamaha Team/Jordan Preparações Peças e Manutenções)  não fez uma boa largada e teve que fazer uma prova de recuperação. Assim que completou a primeira volta Deloss aproveitou o baixo rendimento da moto de Ronei e assumiu a liderança,  Ronei acabou abandonando a prova, com isso, todos os pilotos subiram uma posição. Jordan forçou o ritmo e alcançou a quarta colocação, para não ter trabalho no final Pilz apertou um pouco mais e fez  volta mais rápida da primeira bateria. No final Deloss em primeiro, Joel em segundo, Pilz na terceira colocação, Jordan em quarto e Leandro em quinto.

Na segunda bateria Deloss não tomou conhecimento dos concorrentes e assumiu a ponta assim que o gate caiu, novamente Jordan teve problemas na largada e ficou para trás, mais uma vez o piloto teve que partir para a recuperação, Deloss manteve a liderança sem problemas até as últimas voltas quando Vinícius Pilz apertou o ritmo e encostou perigosamente no ponteiro, Jordan depois de cravar a volta mais rápida da bateria (1:05.373) alcançou a terceira colocação. No final da segunda bateria vitória de Deloss com Vinícius em segundo, Martini em terceiro, Joel da Costa em quarto e Giovane Fontana/Tapejara (Frigorífico Fontana e Bernardi/Dudu Preparações) em quinto.

Na soma dos resultados o pódio ficou formado por Deloss em primeiro, Pilz em segundo, Joel da Costa em terceiro, Jordan na quarta posição e Leandro Fole em quinto.

Mateus puxa a frente na dobradinha dos irmãos Basso na VXPró
Mais uma vez os irmãos Basso sobraram na pista, no entanto, desta vez, na VXPró o caminho  para a vitória foi um pouco mais difícil. Na largada Eduardo Tessaro/Machadinho (Campos Preparações) assumiu a ponta com Mateus Basso/Gentil (Rinaldi/IMS/TBT/Belparts/Adubos Coxilha/Cereais Basso/Artcross), Luis Henrique Zottis-Passo Fundo (ArtCross/Pato Loco Preparações/Laboratório de Próteses Dentárias Cleomar/Recomaq), Roberto Bergmann-Santa Rosa (Cia da Moto/Santa Rosa Caminhões/Mecânica Diesel/Banda Criado Mudo), Sérgio Marques Moraes-Sta. Cruz do Sul (Works Suspension/Zanela Eventos), André Calegari/Tapejara (5AM Racing/ Cattapan Cereais/Multilaser/G2 Distribuidora/IMS Racing/Pro Race Suspensões/KM Motos/Octano Gráficos/Jornal O Informativo Regional) e Antônio Brazaca-Vila Langaro (Birolli Pneus) formaram o primeiro pelotão. Mateus assumiu a primeira colocação trazendo com ele Henrique Zottis, Lucas Basso/Gentil (Rinaldi/IMS/TBT/Belparts/Adubos Coxilha/Cereais Basso/Artcross) assumiu a terceira colocação e pressionou Zottis durante cinco voltas até conseguir fazer a ultrapassagem e assumir a vice-liderança da prova, Sérgio Moraes que estava um pouco atrás acelerou muito e ganhou terreno, para assumir a terceira colocação Sérgio fez uma ultrapassagem arrojada em Roberto Bergamann na saída da curva da reta de largada. O domínio e o ritmo dos irmãos Basso foram tão fortes que os dois marcaram as melhores voltas com tempos praticamente idênticos, 1:02.689 para Mateus e 1:02.699 para Lucas. No final vitória de Mateus, Lucas em segundo, Henrique foi o terceiro colocado, Sérgio Moraes completou a prova na quarta colocação e Roberto Bergmann fechou o pódio em quinto.

Agora o campeonato pega estrada rumo a região da campanha, mais precisamente na cidade de Dom Pedrito, onde acontecerá nos dias 29 e 30 de junho a 2ª etapa do campeonato Brasileiro de Velocross e 4ª etapa do campeonato Rinaldi Gaúcho de Velocross.

O campeonato Gaúcho de Velocross 2013 tem o patrocínio master da RinaldiHONDATotal Distribuidora Moto Peças Ltda.IMS, co-patrocínio da SobreRodas e apoio da Vitrine da Moto, M3 Racing, Vinhos e Sucos Galiotto, FaroverKimoto e Artemoto.

Texto: André Charão/Assessoria de Comunicação

 
Próximos Eventos

23/3/2019
LAPA/PR - Abertura do Paranaense e Brasileiro de Velocross 2019

30/3/2019
ARVOREZINHA/RS - Final do Gaúcho Arena Velocross (Noturna)

7/4/2019
CANELINHA/SC - 2a Etapa do Catarinense e Brasileiro de Velocross 2019.

14/4/2019
TIO HUGO/RS - Abertura da Copa Norte de Velocross 2019.

20/4/2019
IBIRUBÁ/RS - Abertura do Gaúcho de MX 2019.

Revollution no YouTube
 
O conteúdo de id "rodape" é inserido aqui